Cruzeiro no Sudeste Asiático – conclusões e conselhos

Royal Caribbean

Cruzeiro Sudeste Asiático

Tendo terminado este cruzeiro no Sudeste Asiático de 12 noites, segue um balanço e conselhos para quem pensar em fazer um cruzeiro para esta zona.

 

  • Verifique que tipo de passageiros vão nesse cruzeiro

Tinha a informação que o cruzeiro no Sudeste Asiático seria direccionado para o mercado chinês e não para os “ocidentais”. O Ovation of The Seas desde abril de 2018 que navegava com passageiros chineses pelo que a alimentação e animação estava direccionada para satisfazer os chineses. Tal não se veio a verificar, visto que a maioria dos passageiros era Australiana, Canadiana, Americana, Alemã e ainda alguns brasileiros.

Pelo que, antes de marcar um cruzeiro no Sudeste Asiático, verifique o tipo de passageiros que poderão ir neste cruzeiro.

 

  • Formulários de imigração

Prepare-se para preencher alguns formulários de imigração e mantê-los na sua bagagem de mão durante as escalas. China, Japão, Hong Kong são exemplos. Mas tranquilize-se, os formulários são pequenos. É basicamente preencher Nome, Nº passaporte, data nascimento, nome do barco…

 

  • Fusos horários

Fui para uma zona 7 a 9 fusos horários à frente de Portugal. Enquanto que em Portugal se almoça, no Extremo Oriente janta-se.

Custa mais suportar o JetLag quando se vai para o Extremo Oriente do que quando se regressa a Portugal. Senti cansaço, dores de cabeça e mal-estar na primeira noite em Pequim, mas passou rapidamente. Prepare-se. O meu conselho é quando parte, adaptar-se às horas dos locais para onde vai. Leia este artigo para conselhos sobre como combater o jetlag.

 

  • China – Pequim

Passei duas noites em Pequim antes de ir para Tianjin para o embarque no Ovation of the Seas da Royal Caribbean.

Visitei a Cidade Proibida, Praça Tiannamen e Grande Muralha da China.

Recorri à empresa China Highlights para realizar a excursão e o transfer de camioneta para o porto de Tianjin. Das pesquisas que fiz antes de ir ao cruzeiro, será a melhor opção em qualidade/preço.

Pode ler a reportagem da minha estadia em Pequim neste artigo

Como obter yuans?

Eu pretendia levantar moeda chinesa no balcão do Banco da China situado no terminal 3C no piso 4 pelo motivo explicado no artigo sobre Pequim, mas como cheguei depois das 16:30, o balcão já estava fechado. Acabei por levantar no ATM.

Vai precisar de yuans para sair do aeroporto de Pequim.

Logo, ou traz yuans de Portugal (não me parece que seja a solução mais económica) ou os adquire no aeroporto.

Sair do aeroporto para o centro da cidade

Compre o Yikatong Card para usar os transportes. Faça-o na bilheteira do comboio Airport Express e carregue com um minimo de 50 yuans. Vai precisar de 25 para a viagem para o centro da cidade para a estação de Dongzhimen. A partir daqui, apanha o metro para o seu hotel.

Para circular na cidade, use o metro. O táxi é barato, mas pode apanhar muito trânsito. Uma simples viagem no metro no centro custa cerca de 3 yuans.

Deixo um alerta do seguinte: há máquinas de raio-x nas estações de metro. Mas a passagem é rápida. Mete a mochila na máquina e já está.

 

  • Naha, Okinawa – Japão

Gostei da sublime educação do povo japonês. Ajudam e tratam com muito respeito quem vem de fora.

Gostei de visitar o castelo Shuri e de percorrer a Kokusaidori (Rua Kokusai), a principal rua de Naha e onde provei a especialidade local – Taco Rice.

O navio atraca longe do centro pelo que deve apanhar um shuttle do navio para o centro da cidade ou apanhar um táxi no terminal.

No centro da cidade procure por máquinas de câmbio para trocar euros, dólares ou yuans chineses por ienes japoneses. Coloque apenas uma nota de cada vez. A máquina faz a conversão automaticamente.

Okinawa e Taipei
Máquina de câmbio

Pode ler a reportagem da minha estadia em Okinawa neste artigo

 

  • Taipei

Foi o porto de escala que menos gostei neste cruzeiro pelo Sudeste Asiático. Keelung não tem nada de especial e Taipei é uma cidade puramente comercial e de negócios. À noite deve ser mais interessante com os néons.

O navio atraca em Keelung e, ou vai em excursão do navio, ou fica por Keelung ou vai a Taipei.

Para ir a Taipei, use o comboio. Para chegar à estação, use o shuttle do navio para o centro da cidade. O shuttle deverá parar no Centro Cultural e terá que caminhar 5 a 7 minutos até à estação. Pode usar o cartão VISA para pagar o bilhete de comboio para Taipei. Compre ida e volta.

Levantei dinheiro num ATM pelo motivo explicado no artigo sobre Taipei.

Pode ler a reportagem da minha estadia em Taipei neste artigo

 

  • Hong Kong

Um excelente destino no Sudeste Asiático! Hong Kong tem o melhor metro do Mundo juntamente com Singapura. O MTR é facílimo de usar, vai para quase todo o lado e é rápido e eficiente.

Gostei de ir ao Victoria Peak, de navegar num Sampan e passar pelas baías que dão acesso ao Mar do Sul da China em Stanley e Aberdeen.

Usei o Big Bus Tour.

Moeda

O terminal de cruzeiros de Hong Kong tem uma casa de câmbios mesmo à saída do terminal no R/C que abre às 07:30. Recomendo que troque moeda para HK dólares nessa casa, especialmente se sair do navio antes das 09:00, pois as casas de câmbio e bancos no centro da cidade só abrem a essa hora.

Transporte

Use o shuttle oferecido pelo terminal para o centro da cidade, pois param muito perto de estações do metro.

O metro de Hong Kong está entre os melhores do mundo. Use-o. Leva-o a todo o lado, se não quiser usar o “sightseeing bus”. Se o quiser utilizar, recomendo que apanhe o metro até à estação de nome “Central”, dirija-se ao cais 7 (peça indicações de como lá chegar) de onde parte o Star Ferry.

Pode ler a reportagem da minha estadia em Hong Kong neste artigo

 

  • Vietnam

O melhor destino deste cruzeiro no Sudeste Asiático. Comida FABULOSA feita com ingredientes naturais e nada congelado ou transformado. Tenha cuidado para não comer comida de rua em Hoi An por indicação de um tripulante que aprendeu da pior maneira, ficando 3 dias doente dos intestinos. De resto pode comer comida de rua em qualquer outro local, a não ser que alguém com a devida experiência aconselhe o contrário.

Gostei imenso de Hoi An e de fazer um passeio de barco com uma senhora idosa que remava o mesmo

Sudeste Asiático
Passeio no rio em Hoi An

Em Saigão adorei atravessar as ruas com os motociclos a contornarem-me nas passadeiras.

Em Nha Trang tomei um banho de lama e usufrui das facilidades do resort.

Excursões

Faça excursões locais contratadas ANTES do cruzeiro ou então, faça excursões organizadas pela companhia de cruzeiros.

Se for por conta própria, saiba que vai ter que adquirir visto vietnamita que poderá custar 300 dólares, visto que o Passaporte tem que ser enviado à embaixada em Paris.

Se optar por excursões do navio (como eu fiz), só paga 6 dólares, debitado na conta a bordo.

Moeda

Dong Vietnamita.

1 dólar são 23.000 dong. Use dólares ou troque em casas de câmbio.

Pode ler a reportagem da minha estadia no Vietnam neste artigo

 

  • Singapura

Ahhhh! Singapura!!! Melhor cidade que alguma vez visitei. Fell in love ….

É a cidade PERFEITA. Não há mais nada para dizer. Leia o artigo

Moeda

O navio atraca no terminal de cruzeiros perto do centro da cidade.

Suba ao piso superior do terminal para trocar euros, dólares ou qualquer outra moeda por dólares de Singapura. Vai precisar de moeda local.

Peça notas pequenas, pois as máquinas do metro não aceitam notas superiores a 5 dólares de singapura.

Transporte

Saia do terminal, siga as indicações para chegar ao metro – estação Marina South Pier.

Vai caminhar 500 metros.

Na estação, há sempre um funcionário a ajudar na compra de bilhetes, que é muito fácil.

É muito fácil andar em Singapura – a pé, metro, autocarro. Há transporte para todo o lado.

Espero que estas dicas o(a) ajudem se for para estas paragens.

Boas viagens flutuantes 🙂

Acompanhe o blog no Facebook e Instagram.

Pedro Monteiro

Siga-me nas redes sociais
error

Agradeço seu comentário :)

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.