Excursões – companhia de cruzeiros ou agências locais?

Excursões nos portos de escala

Podemos fazer excursões quando um navio de cruzeiro pára em portos de escala, normalmente de manhã cedo, e sai ao final do dia para outro porto de escala.

Durante o dia temos a opção de passar o dia no navio ou visitar sítios próximos do porto onde o navio está atracado.

Quais as opções que temos para conhecer os locais de paragem do navio?

  • recorrendo a excursões contratadas junto da companhia de cruzeiros
  • recorrendo a excursões via agências locais
  • por conta própria

Excursões via companhias de cruzeiros

Vantagens:
  • Não tem que se preocupar com horas. Só tem que estar no local de encontro para sair do navio e seguir para a excursão.
  • O navio não parte sem você estar a bordo
  • Senta-se no autocarro e segue o programa da excursão, tendo apenas o cuidado de não se separar do resto do grupo
  • Não precisa de levar moeda local para pagar a excursão pois esta é cobrada pela companhia na sua conta a bordo ou já foi paga aquando da reserva.
Desvantagens:
  • São mais caras podendo a diferença chegar ao dobro face a opções locais
  • Normalmente visita-se menos atracções do que reservando com uma agência local
  • Em alguns casos pode envolver uma visita a uma loja para demonstração de produtos locais

Excursões via agências locais

Vantagens:
  • Mais baratas em comparação com as excursões pela companhia de cruzeiros
  • Visita mais atracções no mesmo espaço de tempo que as excursões do navio
  • Os locais conhecem as melhores atracções para visitar e têm um conhecimento mais aprofundado sobre as mesmas, embora haja excursões da companhia de cruzeiros que recorrem a locais como guias
Desvantagens:
  • O navio não espera por si se se atrasar. Contudo, se escolher uma agência local reputada, esta agência dá a garantia de que chega ao navio a tempo ou caso contrário assumem os custos de transporte para o próximo local de destino do navio. Leia as condições da agência na reserva que efectuar.
  • Poderá ter que levar moeda local para pagar a excursão ou a parcela em falta

Modo de realizar excursões

Por conta própria

Quando refiro “por conta própria” é sem contratar qualquer excursão. Sai do navio e explora sozinho ou com a família o local onde o navio pára. Aqui tem liberdade total e só tem que estar atento às horas para estar no navio a tempo antes deste partir. À saída do navio olhe para o cartaz “All Aboard 17:00”. É a essa hora que tem que entrar no navio.

DICA: no diário de bordo, tem o contato da agência local que assiste a companhia de cruzeiros e os passageiros em caso de problemas. Recorte o contacto e leve consigo para o caso de ter algum “azar”. Recomendo que o faça também no caso de ir numa excursão via agência local.

Quando deve optar por uma excursão pela companhia de cruzeiros?
  • Quando o porto de escala é longe das atrações turísticas e para lá chegar seria necessário realizar transbordos de comboio ou autocarro locais
  • quando não está na disposição de planear as visitas em cada porto de escala
  • Quando há risco de segurança envolvido
  • Quando não há alternativa, mas não quer ficar no barco

No meu caso fi-lo, até à data em que escrevo este artigo, em:

  • Khasab
  • Tunis
  • Geiranger (kayak)
  • Katakalon (Olympia)
  • Marselha (shuttle para o centro da cidade)
  • Ferrol (visitei La Coruna)
Quando deve optar por uma excursão por agência local?
  • No caso de querer conhecer os locais com guias e agências reputadas que conhecem as melhores atracções por um preço mais baixo que o cobrado pelas companhias de cruzeiro

No meu caso fi-lo, até à data em que escrevo este artigo, em:

  • S. Petersburgo – com a shore2shore
  • Pequim – em Outubro de 2018 – vou recorrer à China Highlights incluindo o transfer Pequim-Porto de Tianjin. Esta empresa é de longe a melhor opção em termos de oferta e preço, pois fiz uma pesquisa exaustiva e é recomendada pelo TripAdvisor.
Quando deve fazer por conta própria?
  • Se for casal ou viajar sozinho(a). Com filhos não recomendo.
  • Se as atracções estiverem junto ao porto de escala. Exemplo: navio atraca junto ao centro da cidade
  • Se o que quer ver está a uma distância curta de comboio ou autocarro e não tem que fazer transbordos (exemplo: Civitavecchia para Roma e Villefranche ou Cannes para Mónaco, ambos de comboio)

No meu caso fi-lo a grande maioria das vezes, como pode ler nas reportagens dos meus cruzeiros

É o meu método preferido de conhecer os portos de escala.

Espero que este artigo tenha sido elucidativo. Só peço que não faça como aquele que sai do navio e diz ou pensa “onde vamos agora?”.

Boas viagens flutuantes 🙂

Acompanhe o blog no Facebook e Instagram.

Pedro Monteiro

 

 

Siga-me nas redes sociais
error

2 comentários em “Excursões – companhia de cruzeiros ou agências locais?”

  1. [* Shield plugin marked this comment as “trash”. Reason: Failed GASP Bot Filter Test (checkbox) *]
    Informações apropriadas. Analiso possibilidade de fazer cruzeiro volta ao mundo no navio Costa Luminosa, em 2019, sozinha., vai depender do valor a ser pago, se individual ou duplo o que encarece demais a viagem. Tens alguma informação a respeito?

    1. Cara Maria Luiza

      Desculpe só responder agora. O seu comentário (e outros) foram para o “lixo” automaticamente. Desculpe… coisas de informática 🙂
      Uma reserva individual tem sempre um custo adicional (suplemento individual) que pode variar entre 50% e 100%.
      Na minha opinião só compensa se conseguir um camarote individual (o “agravamento” não será superior a 30%). Se dinheiro não for problema, então reserve um camarote com varanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.