Fiordes da Noruega

Sognefjord

Cruzeiro nos Fiordes da Noruega

As minhas viagens flutuantes levaram-me a um destino que sonhava há muito – os Fiordes da Noruega! Em Maio de 2016 cumpri este desejo após ter obtido um preço dentro do meu orçamento e sobretudo marcado com muita antecedência. A MSC Cruzeiros foi a companhia escolhida.

A expectativa era grande! E cumpriu-se, apesar do tempo nublado.

Hamburgo, Lubeck e Kiel

Aterrei em Hamburgo onde fiquei duas noites num hotel junto à estação principal.

No dia seguinte, visitei Lubeck uma antiga cidade medieval e património da Humanidade.

Fiordes
Porta de Holsten em Lubeck

Voltei a Hamburgo e depois de mais uma noite lá, parti de comboio para Kiel, onde o navio MSC Musica me esperava. Sabia em que cais ele estaria pelo que pensei que nada poderia correr mal.

Caminhei alegremente com a mala pelo passeio fora até ao Cais (cerca de 1 km) onde o navio estava. Ao chegar perto vi um navio, mas não era o MSC Musica… estranhei. Entrei no terminal e questionei. Não sabiam dizer. Kiel tem vários terminais. É um porto enorme. Avisei a minha agente de viagens do que se estava a passar e para ver se ela conseguia saber onde estava o navio. Voltei para a estação e consegui saber o cais exacto onde estava. Me disseram para apanhar ou um táxi ou o autocarro. Optei pelo autocarro e pedi ajuda ao motorista. Ele foi muito simpático e quando chegou à paragem, olhou para mim pelo espelho retrovisor e fez sinal para eu sair, dizendo-me para descer a rua que iria dar ao terminal correcto.

Lá vi o navio ao mesmo tempo que a minha agente de viagens me enviava um SMS com o terminal correcto após ter contactado o MSC Musica.

Após o “filme” ter terminado, fiz o check in e deixei-me ficar no navio o resto do dia. Kiel é mesmo grande e o terminal está um pouco deslocado do centro. Além do mais, o tempo estava nublado para o chuvoso. Fiquei num camarote interior.

Dia 2 – Copenhaga

O segundo dia de cruzeiro foi em Copenhaga. Estava um dia de chuva. Já estive duas vezes em Copenhaga e … chuva. Não tenho sorte na Dinamarca 🙂

O terminal de cruzeiros fica longe do centro e só tinha três opções: shuttle do navio, autocarro “hop-on hop-off” e taxi. Optei pelo “hop-on hop-off”.

Percorri a cidade nas duas rotas existentes para conhecer a mesma. Mas não optei pelo passeio de barco pois estava mau tempo.

Fiordes
Christianborg Palace em Copenhaga

Não passeei muito pelo centro da cidade junto ao palácio por causa da chuva. Preocupei-me mais em ter uma ideia da panorâmica geral da cidade. Sabia que iria voltar brevemente a Copenhaga, como veio a acontecer em 2017.

Saí em dois locais: junto ao palácio real e junto à estátua da Pequena Sereia

No Palácio real assisti ao render da Guarda e, ao tirar uma selfie com os soldados, apareceu-me o polícia todo bem disposto a gracejar  e o resultado foi este:

Fiordes
Com um polícia junto ao Palácio real em Copenhaga

Foi uma gargalhada geral, como pode imaginar 🙂

Mas gostei da atitude do agente.

Seguidamente apanhei o autocarro e saí junto à estátua da Pequena Sereia.

Fiordes
A Pequena Sereia – Copenhaga

Fiz o transfer para um autocarro “Hop-on Hop-off” que iria para o terminal onde estava o navio e passei o resto do dia no mesmo. O tempo estava desagradável.

Dia 3

Dia de navegação

Dia 4 – Geiranger

Depois entramos na Noruega. Os fiordes! Um dia memorável: visita ao Geiranger.

Adorei os fiordes, adorei o Geiranger. Só tive pena do tempo estar nublado. Tinha chovido de manhã cedo.

Fiordes
No Fiorde Geiranger

Na planificação prévia que fiz, constatei que não iria ser possível ir ao topo do fiorde. Mas depois no local vim a saber que a estrada abriu na semana em que lá estive. Em alternativa o que é que fiz?

Algo que nunca tinha feito: andei de kayak. E com temperatura exterior 3 graus, água a 4 graus. Ou o contrário… para primeira vez, acho que é radical. Mas de vez em quando dá-me destas coisas :). Veja o curto vídeo:

Era para ir com um dos monitores, mas a esposa de um dos casais desistiu e eu fui com o marido dela, que disse que já tinha feito Kayak. Pois sim, não aguentou muito e eu tive  que fazer o trabalho de remo e ficámos para trás. Um monitor esteve sempre comigo num kayak ao lado. Mas adorei a experiência. Na próxima vou sozinho para não ter que remar por dois 🙂

Fiordes
Kayaking no Geiranger
Fiordes
Geiranger

O meu camarote ficava na frente do navio pelo que fiquei muito perto de uma porta que dava para um balcão na frente do navio com esta vista FABULOSA do fiorde (veja o vídeo)

Este foi o primeiro dos fiordes da Noruega que visitei e quero lá voltar. Ir à Noruega num cruzeiro e não ir ao Geiranger, é como ir a Roma e não passar pelo Vaticano.

Dia 5 – Flam

No dia seguinte parámos em Flam na Noruega. Flam é conhecido pelo comboio Flamsbana, um dos passeios turísticos de comboio mais famosos do Mundo que parte de Flam com destino Myrdal no topo do fiorde Aurlands. Reservei o bilhete com muita antecedência e quando lá cheguei, já não havia bilhetes.

Umas fotos para ficar com uma ideia do percurso:

Fiordes
Queda de água
Fiordes
Caminho na montanha
Fiordes
Queda de água

Parámos a meio do caminho para ver uma queda de água e uma dançarina saiu do meio do nada e começou a dançar ao som da música que se ouvia

Fiordes
Dançarina disfarçada de “Troll” junto a uma queda de água
Fiordes
Lago gelado
Fiordes
Casas
Fiordes
Cenário do fiorde
Fiordes
Em Flam no regresso da viagem

Visitei Flam num comboio turístico. Eis algumas imagens:

Fiordes
Flam
Fiordes
Igreja em Flam
Fiordes
Casa e queda de água ao fundo

Quando partimos, navegamos pelo meio do maior fiorde da Noruega – o Sognefjord.

Pena as nuvens, mas o cenário é de cortar a respiração! Julgue pelas fotos

Fiordes
Fiorde Sogne
Fiordes
Fiorde Sogne
Fiordes
Fiorde Sogne
Fiordes
Fiorde Sogne
Fiordes
Fiorde Sogne

Dia 6 – Stavanger

No 6º dia do cruzeiro nos fiordes, chegámos a Stavanger, cidade do petróleo norueguês tendo um museu sobre o petróleo e ponto de partida para o Pulpit Rock.

Fiz um cruzeiro pelo fiorde Lyse (Lysefjord). Apreciei imenso as casas junto ao mar:

Fiordes Fiordes Fiordes Fiordes Fiordes

Uma vista do fiorde Lyse

Fiordes
Fiorde Lyse

Muito nevoeiro no topo do Pulpit Rock

Fiordes
Pulpit Rock

Uma queda de água no fiorde Lyse

Fiordes
Queda de Água

Regressei a Stavanger onde dei uma volta pela cidade tirando umas fotos:

Fiordes
Stavanger
Fiordes
Centro da Cidade

Dia 7

Deixámos a Noruega para um dia de navegação e depois, no último dia, chegámos a Kiel, tendo apanhado um transfer do navio para a estação e regressado a Hamburgo onde apanhei o vôo de regresso a casa via Frankfurt.

Adorei este cruzeiro e vou voltar aos fiordes!

Continue a acompanhar as minhas viagens flutuantes 🙂

Acompanhe o blog no Facebook e Instagram.

Pedro Monteiro

Siga-me nas redes sociais
error

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial
error

Gostou do blog? Partilhe!