Motivos para fazer um cruzeiro

MSC Opera nas Caraíbas

Motivos para fazer um cruzeiro

Este artigo é direccionado para aqueles que nunca encontraram motivos para fazer um cruzeiro porque:

  • Nunca fizeram um cruzeiro
  • Que pensam que cruzeiros é “só para velhos”
  • Que têm medo da água
  • Que receiam enjoar num navio de cruzeiros

Tenho amigos que não fazem cruzeiros por alguns dos motivos acima expostos 🙂

Vamos lá desfazer estes mitos.

Eu amo, adoro cruzeiros. Já não quero fazer férias de outro modo.

Alguns motivos para fazer um cruzeiro:

  • O navio é um resort flutuante. Você tem lá quase tudo: restaurantes, bares, discoteca, ginásio, SPA, lojas, actividades diárias de todo o tipo para adultos e crianças, espectáculos, parque diversões, quarto para dormir, serviço de quarto, varanda para apreciar o mar, mordomo (se optar por experiências que incluam o mesmo). Para quem fuma, há um espaço próprio para o fazer e não é na varanda (é proibido).
  • A comida é deliciosa. Como as melhores pizzas nos navios
  • Come a quantidade que quer e quando quer

Encare um navio como um resort. Você gosta de resorts tipo Punta Cana na República Dominicana ou no México? Só que estes têm um problema: não saem do sítio. Passa uma semana sempre no mesmo sítio. Atenção que não estou a julgar o seu gosto. Respeito-o. Eu também já estive em resorts e adorei. Só que descobri o mundo encantado dos cruzeiros.

O navio é um resort flutuante.

Pode ser pequeno como este:

Motivos para fazer um cruzeiro
Rhapsody of the Seas

Ou grande como este:

Motivos para fazer um cruzeiro
Allure of the Seas

Hoje está em Barcelona, amanhã está em Cannes. Depois em Roma e por aí fora. Não é óptimo?

Mais motivos para fazer um cruzeiro:

Um cruzeiro permite conhecer vários locais num curto espaço de tempo usufruindo das comodidades de um resort de luxo de 5 estrelas.

Que tal um dia visitar o Dubai, subir ao Burj Khalifa e dois dias depois fazer snorkeling em Khasab Omã no meio dos fiordes arábicos (se não fez não sabe o que perde)?

Só num cruzeiro é que é possível e com toda a comodidade.

Que tal um dia visitar Veneza e no dia a seguir a cidade de Dubrovnik na Croácia?

Só num cruzeiro é que é possível e com toda a comodidade.

Tantos exemplos que podem ser dados: visitar as ilhas gregas de Santorini e Mykonos, Alexandria no Egipto e Haifa em Israel, várias ilhas nas Caraíbas, fiordes na Noruega, Capitais Bálticas….

Um cruzeiro é para todas as idades. Há companhias como a Cunard ou a P&O mais direccionadas para faixas etárias mais elevadas, mas a grande maioria tem sempre pessoas de todas as idades. Companhias como a Royal Caribbean, a Carnival, a Disney, a MSC ou a Costa são direccionadas para famílias.

Se tiver algum amigo que continue a dizer que é “só para velhos”, envie-lhes uns videos do YouTube com passageiros a dançar ou a conviver. Vai ver que muda de ideia num instante e terá motivos para fazer um cruzeiro.

Tem medo de enjoar? Não se preocupe. Os navios têm estabilizadores que permitem manter o mesmo estável mesmo com o mar agitado. Se houver muito vento, pode notar um ligeiro abano do navio e só nos “decks” (pisos) cimeiros, mas nada de preocupante. Já fiz muitos cruzeiros mas ainda não vi ninguém a “virar o barco” (percebe o que escrevo, certo? Aquela palavra que começa por v….)

Medo da água? Só vê água se estiver na sua varanda ou estiver a caminhar nos decks que têm vista para a água. Mantenha-se no centro do navio a beber um refresco ou a comer e só vê água ao longe. Faz dois cruzeiros e o medo passa-lhe. É tudo uma questão mental.

E o melhor: fica mais barato fazer um cruzeiro de uma semana a 10 dias e conhecer cidades como Barcelona, Marselha, Cannes, Florença/Pisa, Roma, Nápoles/Capri/Pompeia, Malta, Messina do que viajar de avião ou carro para estes locais. Faça as contas do dinheiro que teria que gastar para conhecer estes locais sem ser via cruzeiro. Acrescente o facto de o cruzeiro incluir espectáculos e algumas diversões (parque aquatico ou minigolfe).

Ainda não está convencido(a)?

Sim, agora já está convencido (a) 🙂

Por onde é que deve começar?

Comece por um cruzeiro no Mediterrâneo. Pullmantur ou MSC são excelentes opções. É um mar muito calmo e um bom ponto de partida até ganhar o gosto. Não me posso pronunciar sobre portos na América do Sul, pois infelizmente ainda não conheço, mas os irmãos brasileiros saberão qual o melhor cruzeiro para principiantes.

Se este artigo o(a) lhe deu motivos para fazer um cruzeiro, conte a sua experiência na caixa dos comentários

Aproveite para ler estes artigos que o podem convencer a optar pelo mundo dos cruzeiros:

O que deve ter em conta ao reservar um cruzeiro

Como obter o melhor preço para o cruzeiro

Tamanho dos navios – qual o melhor?

Como escolher um camarote

Como passar um dia num cruzeiro

Muitas e boas viagens flutuantes 🙂

Acompanhe o blog no Facebook e Instagram.

Pedro Monteiro

 

Siga-me nas redes sociais
error

Um comentário em “Motivos para fazer um cruzeiro”

  1. [* Shield plugin marked this comment as “trash”. Reason: Failed GASP Bot Filter Test (checkbox) *]
    Muito bom, eu penso o mesmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.